Vem aí a guerra das festinhas dos anos 90

Você, amigo que curte a naite bombada carioca, zoou adoidado nas festinhas de anos 80? Então prepare-se para relembrar a década de 90! A disputa pelo público ainda está muito no começo, mas uma nova guerra pela preferência se prenuncia.

backsetembro_webvale

Há uns cinco, seis anos, duas festinhas dos anos 80 começaram a despontar na cidade, ambas kibadas da Trash 80 de São Paulo, que misturava sucessos sérios com toscarias. A primeira a surgir, Beat Acelerado, fez história no Cine Buraco entre a galerinha antenada. Na cola, timidamente, veio a Ploc. A Beat logo se manifestou. Filipetas da concorrente eram encontradas rasgadas sobre o balcão da Cavídeo, locadora que apoiava a Beat. A batalha ganhou contornos épicos. O ápice foi a disputa quase à tapa pelo show (!) da Madoninha brasileira, uma capixaba que cantava versões em português da original. Lembra dela?

Assim como duelo de cowboys, as duas festas cresceram e só haveria espaço para uma na limitada noite do Rio. Sendo assim, a Ploc enterrou a Beat e reinou soberana. Ganhou o ódio do pessoal da Casa da Matriz e de jornalistas como Tom Leão, do Globo, que apoiavam a finada festinha. A Ploc está ativa até hoje, graças a um deprimente público de retardatários (mas muito retardatários mesmo) da onda oitentista.

Com os anos 90 a coisa parece ir pelo mesmo caminho. Há mais ou menos seis anos a Back to the 90´s vaga de lugar em lugar, sem muita periodicidade. Já teve a finada Freedom 90 como concorrente, mas não foi o bastante para detonar a celebração da década passada.

barrados no baile

Mas eis que a filipeta da mais recente Back veio com o seguinte aviso: “A original! Não aceite imitações”. O recado tem destino: a Barrados no Baile. Se a Ploc tinha o Bozo, a Barrados tem o Power Ranger e a Banana de Pijama. Enquanto na Ploc o hit da noite era He-Man, na Barrados, é Macarena.

A Back, mais voltada para ex-freqüentadores da Basement e Dr.Smith recebe uma galera mais indie e blasé. Mas não deixa de tocar umas podreiras. Já a Barrados assume o lado mais pop e atrai gente bonita (!). Ainda não vislumbro o momento do choque. A disputa pelo passe do Mister Mu, talvez.

O certo é que os próximos capítulos devem esquentar. Na dúvida, o Grupo Matriz, que já abrigava a Back, acolheu a Barrados.

P.S. – Periga o Sérgio Mallandro pleitear o papel de ícone dos anos 90. Se nos 80 era por causa da Porta dos Desesperados, nos 90 as pegadinhas garantiriam o papel. Rááá!!!

Anúncios

6 ideias sobre “Vem aí a guerra das festinhas dos anos 90

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s